REFLEXÃO | Momento difícil para o MX

Brasileiro de Motocross alguns anos atras...

Ontem (quarta 18), na rede social do Wilson Yasuda, li em sua linha do tempo um texto que reflete bem e com total conhecimento de causa que ele tem, o atual momento preocupante que vive a modalidade Motocross no Brasil.

É unânime e já era dito que a Copa do Mundo realizada no Brasil ano passado e mais o aumento desgovernado da corrupção por grande partes dos políticos da atualidade iriam interferir de forma direta na vida de todos os brasileiros.

Preocupante…

A modalidade que acompanhamos de perto, o Motocross, que sempre sofreu por falta de maior visibilidade e investimento, por parte do poder público e das empresas privadas, começa a mostrar claramente neste inicio ainda de temporada, que 2015 será um ano complicado.

Refletindo lá fora…

Sites europeus, conforme já postei aqui na S2, cogitam dificuldade na realização do GP Brasil por causa da crise financeira que vive o país, e nos sabemos o quanto esse evento é importante para a modalidade.

GP Brasil – crise financeira

Brasileiro de Motocross…

O campeonato Brasileiro, adiou dias atrás sua abertura, motivado também pela crise, segundo informou seu promotor, a CBM.

Crise adia abertura do Brasileiro de MX

Equipes e pilotos …

Poucas são as equipes que anunciaram seus times para temporada 2015, é grande a quantidade de nomes reconhecidos de pilotos, que ainda estão desempregados e sem uma luz, para continuarem ativos nesta temporada.

A lista de desistentes da modalidade só aumenta, enquanto a de profissionais diminui.

Rodrigo Lama abandona o MX profissional

Outros profissionais estão parados…

No texto que falei anteriormente escrito pelo Sr Yasuda, ele relata algo interessante, não são só os pilotos que ficam desempregados, mas uma grande quantidade de mecânicos e profissionais que o acompanham.

A realidade é realmente preocupante.

No Nordeste não tá diferente…

No Nordeste, aonde residimos e acompanhamos anos a fio a modalidade, o momento não é diferente.

Já sentimos dificuldades em 2014 e 2015 as coisas acenam que não serão diferentes.

Campeonatos estaduais…

Os campeonatos estaduais estão com dificuldades claras de serem realizados, podemos citar como exemplo: Sergipano de MX, Pernambucano de MX e Baiano de MX, todos esses campeonatos já foram exemplos de organização na região, hoje nem calendário eles tem definido.

Mais e mais copas…

Copas e outros campeonatos se espalham na região, deixando a interrogação, será esse o formato que o esporte terá que tomar daqui pra frente, trocar os campeonatos estaduais pelos campeonatos privados.

Brasil Nordeste…

Em 2014 tivemos o retorno do Brasil Nordeste, campeonato que traz um certo clamor a região, pois vem com total aval da CBM e tem uma vasta mídia nacional.

Mas com esse cenário que tá formado em todo o Brasil e não tá diferente na região Nordeste,  como será 2015?

Seu calendário foi anunciado ano passado, estamos na torcida para que ele possa ser cumprido, mesmo com todo esse cenário desfavorável.

Calendário Brasil Nordeste 2015

É preciso união…

Por experiência de vida, aprendi que em momento de crise é preciso ter sabedoria e um pouco de ousadia.

Acho que neste momento, me referindo até mais um pouco a região Nordeste, é preciso união, é preciso que as entidades que comandam por lei a modalidade, procurem se aproximar mais de alguns ousados apaixonados promotores, buscando ajudar na realização de seus eventos e não impedindo a realização dos mesmos.

É preciso superar esse momento, para isso é preciso que todos somem positivamente.

O momento é de refletir, fico na torcida para que as melhores escolhas sejam tomadas.

#feliz2015 #mxlife #superação #avante #gomx

Antes era assim...
O que fazer para se voltar a essa realidade...

Veja mais:

S2 Sports

Talvan Teixeira | editor

Fale com a S2 Sports pelo WahtsApp