Como emagrecer com jejum intermitente

Uma técnica que vem ganhando um número cada vez maior de adeptos é o jejum intermitente e consiste em alternar horários em que a alimentação é permitida, com horários em que não se deve comer.

Segundo especialistas, a ideia de que é preciso se alimentar a cada 3 horas para perder peso é muito atrasada e faz com que o organismo desaprenda como deve fazer para perder gordura.

Então, se você está interessado e quer saber como emagrecer com jejum intermitente, continue lendo que vamos conhecer algumas ótimas dicas sobre essa técnica.

O jeito errado de fazer jejum

A primeira coisa é entender que o jejum não é uma dieta de momento e sim um processo de reeducação alimentar que possibilita conseguir resultados eficazes e com rapidez.

É fato que atualmente a alimentação é muito baseada em industrializados, com muitos carboidratos, alto índice glicêmico, sódio e gorduras.

Portando, o primeiro passo é trocar essas substâncias por comida de verdade e evitar exageros, o Keto Boost funciona para ajudar neste propósito.

Jejum intermitente causa prejuízos a longo prazo?

Embora tenhamos evoluído muito, a verdade é que atualmente ainda não somos tão diferentes dos nossos ancestrais de 20 mil anos atrás, que viviam da caça. Portanto, a fisiologia humana pode muito bem suportar períodos de jejum, pois a natureza compreende que é preciso gastar energia para ir atrás de mais alimentos.

Como começar o jejum intermitente?

O primeiro passo é procurar um bom nutricionista, que possa ajudar e orientar você muito bem nesse processo. Em relação à países mais desenvolvidos, ainda estamos um pouco atrasados, mas existem ótimos profissionais que ajudam a seguir esse caminho.

Qualquer pessoa pode fazer jejum intermitente?

Primeiramente, saiba que o jejum não é recomendado para crianças, visto que suas necessidades nutricionais são distintas, precisando de mais calorias para os eu desenvolvimento. Um bebê dobra de tamanho em apenas um ano de vida.

Mais do que isso, ele também não é indicado para atletas de alta performance pois a necessidade calórica deles também é muito alta para que se possa ter um bom desenvolvimento muscular, requerendo maior índice de gorduras e proteínas.

Diabéticos também precisam de cuidado com esse tipo de alimentação, pois o uso de remédios para diminuir a glicose pode levar a uma queda muito grande durante os períodos de jejum.

Pronto, agora você já sabe um pouco mais sobre o jejum intermitente, como funciona e como pode ajudar você a emagrecer de verdade.

Porque varizes causam dor?

As varizes são condições que podem apresentar uma série de sintomas, entre eles, a dor. Por isso, não é incomum que algumas pessoas se queixem muito da sensação de pernas doloridas, mesmo quando a extensão do problema nem é tão grande assim.

Mais do que isso, os sintomas ainda podem ficar mais intensos a noite, visto que ao longo do dia se passa mais tempo com as pernas para baixo, dificultando o fluxo sanguíneo e sobrecarregando mais os vasos.

Por isso que, de uma forma geral, o paciente não apresenta os sintomas pela manhã, mas sim eles vão se manifestando durante o dia, chegando ao auge no período da noite.

Acontece que o paciente fica mais tempo de pé ou sentado, com as pernas para baixo. Assim, ocorre o acúmulo não apenas do sangue, mas também dos mediadores inflamatórios.

Um tratamento natural que ajuda a aliviar as dores é o Varizero creme para varizes, vale a pena conhecer.

O mau funcionamento das válvulas

A principal função das veias é transportar oxigênio para todo o organismo através das veias e voltar com o sangue rico em gás carbônico para o coração.

Nesse caminho, ele passa por órgãos como o pulmão, para eliminar o gás carbônico e enriquecer-se novamente de oxigênio.

O trajeto é longo e durante a ida a gravidade ajuda, facilitando que o sangue chegue até as extremidades do corpo. Na volta, o sangue tem de vencer essa gravidade para subir do pé até o coração e isso não é simples.

Para ajudar com isso, o organismo possui um mecanismo que favorece e facilita esse processo, que são as válvulas das veias. Assim, as válvulas são unidirecionais, possibilitando que o sangue passe apenas em um sentido: a caminho do coração.

Então, a cada bombeada, o sangue avança, passando por essas válvulas e não volta porque em seguida as mesmas já se fecham, impedindo o refluxo.

Acontece que existem alguns fatores que fazem com que essa válvula não funcione corretamente e isso dá origem às varizes, que nada mais são do que veias deformadas nas quais o sangue se acumula.

Por que causa dor?

A presença de varizes predispõem a uma condição chamada flebite, que consiste na inflamação dolorosa desses vasos e é por isso que ocorre a dor.

Quando essa condição se instala nas veias profundas, existe até mesmo a possibilidade que um fragmento se desprenda, desloque-se pela circulação venosa e chegue até o pulmão.

Quando há essa inflamação dolorida, podendo haver ou não o endurecimento da região, a recomendação é procurar um médico o quanto antes para inicial o tratamento e evitar problemas maior

Como emagrecer 3 kg em 2 dias

Quem nunca precisou perder alguns quilinhos de forma rápida para entrar naquela roupa de festa? Se você está precisando de um recurso de emergência, a dieta dos 2 dias é muito eficiente e com ela você pode perder até 3 kg.

Alertamos que é uma dieta radical, não devendo ser seguida por mais de 2 dias para não trazer prejuízos a sua saúde, e não devendo ser alterada, então, procure não alterar os ingredientes do cardápio.

É um método muito simples onde você segue um cardápio por 2 dias consecutivos, hibislim funciona como potencializador para queimar ainda mais gordura durante esta dieta, então se você puder, compre e tome ele também..

5 bons motivos para fazer esta dieta:

  1. Detona principalmente a gordura acumulada na barriga.
  2. Evita o diabetes, pois reduz a taxa de insulina em média de 25% no sangue.
  3. Reduz o apetite pois o cérebro fará o corpo produzir naturalmente a leptina (hormônio que reduz o apetite).
  4. Conserva o bom humor porque são apenas 2 dias de dieta e nos outros 5 você pode comer o que quiser.
  5. Acelera seu metabolismo e sabemos que o ele é responsável pela queima das calorias e pesquisas afirmam que o resultado de quem seguiu esta dieta foi excelente nesta questão.

Cuidados durante a dieta

  1. Tomar bastante água e chá. Procure aqueles indicados para emagrecer.
  2. Não use açúcar, somete adoçante.
  3. Use e abuse do limão e do vinagre.
  4. Siga corretamente o cardápio.

Cardápio – DIA 1

  • Café da manhã: 1 iogurte natural, 1 maçã e 2 colheres de sopa de flocos de aveia
  • Lanche da manhã: 1 copo de limonada
  • Almoço: salada de agrião com 2 rodelas de pepino e 2 fatias de cebola; colheres de sopa de purê de mandioquinha; couve refogada.
  • Lanche da tarde: 1 maça assada em pedaços polvilhada com canela
  • Jantar: 1 omelete com 2 ovos (feito apenas com as claras), 1 fatia de queijo branco e salada de couve-flor com brócolis
  • Lanche da noite: 1 taça de gelatina diet

Cardápio – DIA 2

  • Café da manhã: 1 fatia de pão (integral), 1 colher de sopa de requeijão (light), 1 copo de suco de melancia
  • Lanche da manhã: 1 xicara de chá de hibisco, 1 barrinha de gergelim
  • Almoço: 1 filé de peixe grelhado, 2 colheres de sopa de purê de abobora, 2 colheres de sopa de arroz integral e salada de alface americano com 2 rodelas de tomate e 3 unidades de palmito.
  • Lanche da tarde: 1 pêssego
  • Jantar: 1 sobrecoxa assada, salada de rúcula, meia cenoura (média) ralada e 2 colheres de sopa de champignon
  • Lanche da noite: 1 unidade de leite fermentado

Varizes na panturrilha

A panturrilha é essencial e tem um papel fundamental na circulação do sangue, sendo a responsável por evitar que o mesmo se acumule nos membros inferiores.

Por isso, quando as panturrilhas estão com os músculos bem fortalecidos, elas contribuem para o bom impulsionamento do fluxo sanguíneo, contribuindo para que o sangue retorne ao coração.

É justamente por esse motivo que as varizes na panturrilha podem ser um sinal de alerta, sendo necessário cuidar bem para evitar problemas futuros.

Então, vamos entender melhor do assunto logo a seguir e como cuidar das varizes na panturrilha.

A função da panturrilha

Conforme já foi explicado, a panturrilha é muito importante para a circulação do sangue. A musculatura dessa região do corpo, ajuda a manter os vasos bem firmes, varilux premium também pode ajudar nisso.

Isso é muito importante, pois é essencial lembrar que quando o sangue é bombeado pelo coração para as pernas, a gravidade ajuda muito com o trabalho.

No entanto, quando o sangue precisa ser bombeado para cima, dos membros inferiores para o coração, ele tem que vender a gravidade e isso pode ser difícil.

É por isso que ter essa musculatura da panturrilha bem desenvolvida pode ajudar muito no bombeamento e favorecer a circulação sanguínea.

Vale lembrar ainda que os vasos sanguíneos possuem válvulas, que funcionam como um mecanismo anti-refluxo. No entanto, quando a musculatura do entorno não tem tonicidade, toda a pressão fica apenas no vaso, sem qualquer suporte, e isso o sobrecarrega.

Assim, podemos dizer que as panturrilhas são grandes aliadas da circulação e é importante cuidar bem delas, assim como de todo o corpo, para evitar problemas futuros.

Fortalecimento das panturrilhas para evitar varizes

As varizes acontecem quando ocorre a dilatação e distorção de um vaso sanguíneo. Isso é muito mais comum quando, como citamos antes, o membro não conta com uma musculatura firme, que o ajude a ter sustentação.

É por esse motivo que as pessoas que têm problemas na panturrilha causados por imobilizações prolongadas, traumas e outros, passam a ficar mais sujeitas ao surgimento das varizes.

Doenças neurológicas que levam à perda dos movimentos e, consequentemente, do tônus muscular, também podem ser um fator de risco para o surgimento do refluxo e das varizes.

O mesmo vale para casos em que há o enfraquecimento muscular de forma natural, podendo ocasionar a trombose venosa profunda, bem como varizes secundárias.

O melhor para evitar varizes na panturrilha é ter um bom nível de atividade física, que ajude a fortalecer a região.

Sinusite tem cura?

De um modo geral, as infecções como a sinusite, que afetam os seios nasais, são curáveis. Então, se você tomar as medidas corretas e seguir o tratamento orientado pelo médico, as chances de cura são praticamente garantidas.

Caso você já tenha o diagnóstico de sinusite, provavelmente seu médico terá verificado as causas destas infecções recorrentes e vai orientar o tratamento adequado para o seu caso.

Embora não seja uma doença considerada grave, a sinusite, quando não é devidamente tratada, pode trazer algumas complicações como por exemplo: abcessos, meningite, infecção óssea (osteomielite) e infecções na região das pálpebras que podem comprometer sua visão.

Além do tratamento indicado pelo especialista, você pode seguir algumas dicas que vão aliviar os sintomas e ajudar no processo de cura:

  • Evite o estresse

Se você é do tipo acelerado, tente diminuir o ritmo. Evite tarefas ou atividades que possam piorar os sintomas.

  • Evite exposição aos agentes causadores

Evitar ou reduzir o contato com os agentes que provocam a crise de sinusite é fundamental.

Mantenha sua casa limpa e arejada. Se possível que entre o sol para evitar o acúmulo de mofo e ácaros, principalmente no quarto. Evite também o acúmulo de poeira.

  • Controle as doenças que estão relacionadas como a sinusite

Algumas doenças podem desencadear a sinusite. Se você tem alergia ou asma, tente trazer estas doenças controladas.

  • Inalação

A sinusite é uma infecção provocada muitas vezes pelo ressecamento das mucosas. Este ressecamento favorece o acúmulo de impurezas, formando o catarro e criando o ambiente favorável, para desenvolver uma infecção.

Fazer inalação pode ser de grande ajuda pois faz a limpeza das vias aéreas, retirando o catarro acumulado.

  • Lavagem nasal

A lavagem nasal é tão benéfica que deveria ser uma rotina para todos, incluindo quem não tem sinusite. Ela reduz consideravelmente o risco de infecções respiratórias e ainda traz alívio para dores de cabeça.

Para quem sofre de sinusite os médicos recomendam o uso da lavagem com soro fisiológico três vezes ao dia.

  • Afaste-se do cigarro

O cigarro é um dos fatores que provocam irritação na cavidade nasal. A fumaça se acumula nos pelos do nariz dificultando a limpeza e favorecendo a produção de secreção.

Mesmo que você não seja um fumante evite o contato com o fumo. Isto ocorre também com ambientes muito poluídos.

  • Beba água

A água é essencial para limpar todas as secreções do corpo. Beber bastante líquido vai ajudar a combater a sinusite.

Se você seguir estas dicas e o tratamento indicado pelo médico certamente a sinusite terá cura.

Close